6 Dicas Infalíveis para Criar Descrições de Produtos que Vendem

A descrição de um produto ou serviço é fundamental em um anúncio. Uma descrição de produto ideal atrai a atenção do consumidor, engaja e contribui de forma muito relevante para realização da compra. Por isso, separamos 6 dicas infalíveis para criar descrições de produtos para você desenvolver as suas da melhor maneira possível!

 

1-    Liste todos os benefícios e recursos

Ao adquirir produtos de seus fornecedores ou ao ter um produto próprio é muito provável que você saiba tudo sobre o item. Canalize todo esse envolvimento na descrição do produto e, ao invés de deixar os clientes com informações desnecessárias, mostre a eles como esse produto pode deixar suas vidas ainda melhores.

Seja claro em relação ao tipo de problema que o seu produto resolve. Os clientes precisam saber o que é anunciado. Tire um segundo para traduzir todos os seus recursos favoritos e transforme em benefícios. Ao invés de listar fatos sobre seu produto, explique o que esses produtos têm de recursos que não sejam auto-explicativos. Esta foi uma das dicas para criar descrições de produtos! Vamos para a próxima?

 

2-    Ative o seu lado comprador

Você sabe quem é o seu cliente? Antes de criar uma boa descrição, você precisa conhecer quem compra de você para saber qual é a maneira mais correta de passar uma informação à ele. Para isso, é importante reunir dados importantes sobre o perfil do seu cliente e criar uma persona, modelo do seu cliente ideal. Assim você entenderá como seu cliente realiza as compras e age no dia a dia, facilitando sua maneira de produzir conteúdo e produtos voltados para ele.

Que tipo de conteúdo e de qual forma o seu público alvo procura informações? Páginas em mídias sociais são excelentes para você captar informações e moldar a sua comunicação com seu cliente, além das descrições de produtos.

 

3-    Crie uma voz consistente para sua marca

Essa é uma das principais condições caso você queira que a sua marca se destaque. Seguindo a linha da segunda dica, aprenda sobre o seu público alvo. Dessa forma, você identifica qual linguagem funciona melhor. Você vai pelo lado formal, descolado ou informal, mas com uma pitada de humor? Isso pode gerar identificação do seu cliente com sua marca.

 

4-    Use superlativos, mas justifique-os

Usar superlativos é arriscado se você não os explica. Esse tipo de linguagem não parece sincera e colocam seu produto em uma posição ruim, dependendo da situação. Se você diz que o seu produto é a solução mais avançada no mercado, mostre algum fato sobre isso. Pelo contrário, a sugestão é evitar o uso nas descrições de produtos.

 

5-    Faça uma leitura rápida

Não espere que os seus visitantes leiam uma descrição muito extensa. Informações relevantes sobre o produto são importantes, mas na medida correta. A cada nova informação que for acrescentar pense: isso realmente será necessário para a descrição? Com isso em mente, existem dois formatos para criação das descrições de produtos:

O primeiro é uma estrutura limpa, envolvendo subtítulos, colunas e marcadores.

A segunda é através de símbolos ou imagens. Existem informações que apenas imagens são capazes de transmitir.

 

6-    Incorpore depoimentos de consumidores

Quando incerto sobre qual produto escolher, o cliente recorre a opiniões e depoimentos. Ajude-os inserindo de uma breve forma recomendações de outros consumidores. Pode funcionar melhor inserindo imagens do seu campo de qualificações ou opiniões de produtos.

Sabemos que mesmo as descrições de produtos impecáveis não são suficientes para evitar 100% as perguntas feitas em seus anúncios. Mas não são poucos os consumidores que leem a descrição e então realizam a compra. Essas dicas de descrição são direcionadas para esse tipo de consumidor.

Você já utiliza alguma dessas ações para as descrições dos produtos? Que tal aplicar as outras?

Avaliações
Total: 3 Média: 5