5 Maneiras Criativas para Melhorar a Experiência dos Clientes

Maneiras-Criativas-para-Melhorar-a-Experiência-dos-Clientes

Na luta para superar grandes marcas, pequenos vendedores online encontram sucesso de 2 maneiras diferentes:

  • ter um produto único
  • proporcionar uma experiência memorável para o cliente

Se você já atua na sua loja online e / ou marketplaces, você provavelmente já conferiu quem são os melhores no mesmo ramo que você, certo? Mas… como você pode melhorar a experiência do cliente no seu site para se tornar um dos melhores também?

Ao pensar em uma loja física, é fácil pensar em mudanças que contribuem para melhorar a experiência de compra. Você tem o contato “cara a cara” e consegue notar o que seus clientes gostam ou não. Embora esse contato seja ausente diretamente no mundo online, é possível sim entender o que os clientes gostam também. Basta analisar e começar a ajustar pequenos detalhes que fazem total diferença.

Abaixo listamos 5 maneiras criativas para você melhorar a experiência dos seus clientes e fazer com que eles se fidelizem ao seu negócio!


1. Pense Menos em Marca. Pense em Personalidade

Uma marca é como uma reputação. Isso quer dizer que sua marca é construída a partir do que as outras pessoas pensam sobre você. Não o que você pensa sobre si próprio.

Você influencia sua marca cuidando dos clientes e melhorando seus produtos, mas não controla a sua marca. Você controla sua personalidade.

Isso se torna importante quando você nota que a fidelidade à marca é baseada na personalidade e vai além de métricas de engajamento, por exemplo. Com base em uma pesquisa da Harvard Business Review, podemos desmistificar alguns mitos clássicos:

“Os clientes querem ter relacionamentos com marcas”

Na verdade, 77% não.

“Aumentar as interações é sempre a opção certa.”

Na realidade, os clientes podem sofrer uma sobrecarga de informações e ter um efeito contrário ao desejado.

“Fidelidade está relacionada com o envolvimento regular com a marca.”

Na verdade, a fidelidade do cliente é baseada em valores compartilhados.

E tudo isso precisa começar ao definir seu cliente ideal (buyer persona). Ou seja, ao incorporar a personalidade da sua empresa juntamente com seu produto, seu cliente ideal vai se relacionar a você.

Embora sua reputação ainda seja construída sobre a possibilidade ou não de entregar um produto de qualidade, sua personalidade ajuda muito a conquistar clientes em potencial.

2. Utilize um Tom Amigável de Atendimento ao Cliente

Que tal criar um clima mais amigável e personalizado em páginas que apenas seus clientes verão? Por exemplo uma página de checkout ou em e-mails transacionais.

Essas são boas e fáceis oportunidades para aplicar um tom com maior proximidade com o cliente. Na página de checkout e finalização de pedido, por exemplo, você precisa garantir que os clientes saibam o que aconteceu e o que acontecerá nos próximos passos. Mas nada te impede de inserir um pouco de humor ou frases amigáveis depois disso com uma escrita mais casual.

Ou seja, o cliente recebe a informação necessária, mas também recebe um agradecimento especial da sua empresa. Por mais que seja automatizado, é interessante receber uma mensagem diferenciada, por exemplo: “Obrigado por estar aqui! Nós esperamos que você aproveite sua compra!” ao invés da frase robótica de “Seu pedido nº x foi finalizado”.

Agora analise onde mais você pode aplicar esse estilo de escrita e melhore ainda mais a experiência dos seus clientes! 

3. Analise e Melhore seus E-mails

Emails automáticos ou transacionais são algumas das coisas mais importantes que você já escreveu relacionado ao seu negócio.

A razão disso é que esses emails são feitos para serem vistos por muitos. O que quer que você escreva neles será visto por qualquer pessoa que iniciar o processo (ou seja, uma nova venda). Então, eles podem potencialmente serem vistos por milhares e milhares de clientes.

Brilhante, não acha? Você quer comemorar com seu cliente e fazer com que ele se sinta abraçado e próximo de você. Por isso que ajustar seus emails pode impactar muito na retenção, rotatividade de clientes e tudo que pode melhorar sua empresa como um todo.

Se isso parece uma estratégia apenas para empresas que oferecem serviços, é só porque você não está pensando criativamente! :)

Em vez disso, imagine um email de acompanhamento para um cenário ecommerce. Você agenda um email para enviar automaticamente 30 dias depois que um cliente conclui a compra de um de seus produtos. Isso seria especialmente poderoso se o produto fosse um "kit de iniciante". É assim que você pode usar o email marketing à seu favor.  

Esses emails podem relembrar o cliente de voltar ao seu site para comprar um produto que ele gostou muito ou algo complementar a ele. Acertar seus emails é um caminho longo. Mas você precisa sempre realizar testes porque a maior parte da sua comunicação com os clientes será feita por emails.

4. Dê um Suporte Melhor

Um ótimo suporte ao cliente deve estar sempre disponível, mesmo quando você não estiver. Por isso, é importante que, ao receber perguntas de clientes antes mesmo de eles efetuarem a compra, você consiga responder rapidamente, seja dentro de marketplaces, como o Mercado Livre ou no seu próprio ecommerce. Existem plataformas de gestão de vendas no Mercado Livre que possuem funcionalidade para responder perguntas automáticas. Isso te ajudaria muito nesse quesito.  

Já no seu ecommerce, você pode aderir a um modelo de perguntas frequentes, assim o cliente fará um autoatendimento de maneira mais rápida e prática do que esperar seu contato, por exemplo.

O importante é você estar sempre pronto para amparar seus clientes antes, durante e depois da venda. Por isso, não se esqueça de executar um bom pós-venda para garantir a fidelização deles.

5. Bom Conteúdo que Educa e Motiva

Muitas empresas evitam o marketing de conteúdo porque manter um blog pode ocupar muito do seu tempo. É por isso que, para empresas de ecommerce que não possuem uma pessoa fixa para criar conteúdos, é possível pensar um pouco além disso.

Ou seja, conteúdos altamente visuais podem resolver um problema e motivar o cliente a comprar com você.

Por exemplo, se você vende roupas masculinas. Você pode pegar uma peça e relacioná-la com muitas outras coisas. Sendo assim, você pode criar um conteúdo sobre combinação de roupas ou simplesmente falar um pouco sobre o estilo daquela peça. Isso não te dará tanto trabalho e pode resultar em mais vendas para você!

Portanto, se você não tiver tempo para criar conteúdos semanais em um blog, você simplesmente pode criar conteúdos esporádicos que atinjam uma quantidade maior de pessoas. Além de auxiliá-las a escolher o produto de maneira mais funcional.

Conclusão

Por mais que você esteja ocupado em gerenciar todo o seu negócio, é importante tirar um tempo para melhorar a experiência de compra dos seus clientes. Porque isso afeta muito o desempenho das suas vendas.

Hoje trouxemos maneiras simples e criativas de melhorar suas vendas. Por que não começar a aplicar desde já o que pontuamos acima?

Receba dicas no seu email sobre como aumentar suas vendas nos marketplaces

Alice Bachiega

Alice Bachiega

Deixe o seu comentário