Nota Fiscal 4.0: Saiba o que Muda com a Nova Versão

Nota-Fiscal-4.0-Saiba-o-que-Muda-com-a-Nova-Versão

Já ouviu falar na Nota Fiscal 4.0? Este é um modelo atualizado da nota fiscal eletrônica. É comum a NF-e ser atualizada de tempos em tempos para que atenda toda e qualquer tipo de nova demanda que vem aparecendo, principalmente com as vendas no mundo online.

Essa nova versão da NF-e está disponível desde o final do ano passado, mas passará a ser obrigatória a partir do dia 2 de julho de 2018. Portanto, você precisa se atentar para não deixar de atualizar seu negócio. Principalmente depois da nova obrigatoriedade proposta pelos Correios. Entenda mais sobre isso clicando aqui. Mas antes de tudo, vamos entender um pouco melhor sobre a Nota Fiscal Eletrônica?

O que é Nota Fiscal Eletrônica

Segundo o portal da Nota Fiscal Eletrônica do Ministério da Fazenda do Brasil, a nota fiscal eletrônica é conceituada como um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar, para fins fiscais, uma operação de circulação de mercadorias ou uma prestação de serviços. Ou seja, tem o objetivo de registrar uma transferência entre uma empresa e uma pessoa física ou outra empresa sobre um bem ou uma atividade comercial prestada.

A NF-e começou a ser implantada em 2008 e tinha o objetivo de substituir a emissão manual de notas fiscais. Essa mudança foi muito significativa no meio comercial, porque passou a ser obrigatória, visto que foi um meio do governo ter controle mais facilmente sobre pagamentos de todos os tributos envolvidos em operações de compra e venda.

Qual a Importância para os Vendedores Online

Sabemos que o foco dos marketplaces e ecommerces é fazer as transações de forma totalmente online, para facilitar todo o processo de venda para o comprador. Portanto, a nota fiscal não poderia ser diferente.

A NF-e não precisa de espaço físico para armazenamento, impressão e estoque, apenas para enviar juntamente com o produto para o comprador final. Mas para o vendedor ter controle de todas as suas negociações, é possível armazenar tudo online. Podendo ser acessado de qualquer lugar e a qualquer hora. Sendo assim, sua emissão também pode ser automatizada por meio de softwares e plataformas especializadas em gestão de vendas. Facilitando todo o seu trabalho.

Agora que você já entendeu um pouco melhor sobre a NF-e e a importância para as suas vendas online, vamos dar uma olhada nas mudanças da Nota Fiscal 4.0?

Quais as Principais Mudanças da Nota Fiscal 4.0

Entre as principais mudanças está a adoção do protocolo TLS 1.2 ou superior. Vedando, assim, o uso do protocolo SSL como padrão de comunicação, como era na versão ainda utilizada. Com essa mudança, é possível garantir maior segurança nas transações.

Atualmente, o fluxo é o seguinte:  Você repassa a nota fiscal para a empresa que fará o transporte e depois emite uma nota para o consumidor, que será enviada juntamente com os produtos comprados. Assim, a logística geral será afetada, porque com a versão 4.0 da Nota Fiscal Eletrônica passa a ser obrigatório a indicação de origem, quem é o transportador, de onde o produto saiu e qual será o destino final.

Outra mudança acontece em relação a forma de pagamento. Vai ser necessário informar se a compra foi paga via boleto, cheque, cartão de crédito ou débito. Diferente da versão ainda utilizada que bastava informar se a compra foi “à vista” ou “a prazo”.

Além disso, mudanças sobre transporte e frete serão implementadas também. Por exemplo, você poderá informar se é transporte próprio por conta do remetente ou do destinatário. Também foi criado um novo grupo chamado de Rastreabilidade de Produto (Grupo I80) que permitirá rastrear qualquer produto a partir do número de lote e data de fabricação / produção.

Para emitir uma nota fiscal eletrônica, existem dois modelos: o 3.1 que vai ser desativado em junho desse ano, e o modelo / versão 4.0, que está disponível desde novembro de 2017 e que passará a ser obrigatória a partir do dia 2 de julho de 2018.

Falta pouco tempo para você se adequar a isso, já começou? Mudanças, inicialmente, assustam, mas você verá que isso vai te ajudar e muito a trazer maior credibilidade em suas vendas. Afinal, fazendo tudo dentro das normas, os clientes confiarão mais no seu negócio! Sem contar que isso trará muito mais segurança em relação à fiscalização.

Conclusão

Agora que você já sabe das mudanças, que tal já atualizar a gestão do seu negócio? Se você já usa um ERP, certifique-se de que ele está atualizado conforme a nova versão da NF-e. Afinal, a principal vantagem de estar no mundo online é vender e enviar o produto para qualquer lugar do Brasil. Portanto, é preciso estar a par das regras tributárias para cada estado para alinhar na NF-e 4.0.

Como vimos acima, cada atualização da nota fiscal eletrônica tem como objetivo melhorar a fiscalização e, claro, simplificar a sua rotina que já é bastante cheia de tarefas e te proporcionar maior segurança ao informar dados de vendas.

Receba dicas no seu email sobre como aumentar suas vendas nos marketplaces

Alice Bachiega

Alice Bachiega

Deixe o seu comentário