SKU, sigla para Stock Keeping Unit (Unidade de Manutenção de Estoque), é um termo logístico para você ter total controle do estoque da sua empresa, mantendo seus produtos sempre organizados. Neste post, nós falaremos um pouco sobre o que é SKU e qual a importância para o seu estoque. 

Esse termo pode soar estranho, mas o SKU é um código criado para identificar cada produto que você tem em estoque, separando os produtos de acordo com as características e quantidades. Se você pensa em controlar seu estoque de maneira mais prática, pensar no SKU é o primeiro passo para isso.

Só para relembrar, o Mercado Livre liberou ano passado a inserção do código SKU aos produtos anunciados no marketplace. Isso contribui e muito para os anúncios serem bem posicionados e também conquistarem a BuyBox nos demais marketplaces. Muitos vendedores ainda não sabem o que SKU significa e qual sua real funcionalidade. Isso pode atrapalhar um pouco no gerenciamento do estoque e também para alavancar as vendas.

O que é SKU

SKU (Stock Keeping Units) geralmente são códigos únicos alfanuméricos usados por comerciantes para identificar tipos de produtos e variações. As empresas online usam o SKU para gerenciar estoque e garantir que os itens apropriados seja embalados e enviados aos clientes.

Basicamente, SKU é um número de identificação de um produto. Facilitando o gerenciamento do seu estoque.

Onde utilizamos o SKU?

No e-commerce, podemos utilizar o SKU nessas formas:

  • Loja Virtual: Cada produto seu terá uma identificação, assim você terá o controle de qual produto está sendo vendido. Ao classificar produtos por SKUs, você poupa problemas na gestão do seu estoque e dos pedidos, impedindo que produtos errados sejam entregues aos seus clientes.
  • Marketplace: Seguindo o exemplo da Loja Virtual, dentro dos marketplaces é interessante que você tenha seus SKUs cadastrados. Porque, como foi citado lá no início do texto, o Mercado Livre passou a usar o SKU dos produtos anunciados. Além disso, recentemente ele passou a priorizar os anúncios de produtos com atributos definidos. Ou seja, mais uma vantagem para você deixar seus anúncios bem posicionados nas buscas.
  • Plataformas e sistemas de e-commerce: Através de sistemas inteligentes, é possível automatizar sua operação, centralizando o SKU de seu produto, integrando de forma inteligente seu estoque aos marketplaces e loja virtual.

Porquê e como as empresas de ecommerce usam SKUs
A maioria dos comerciantes usa os SKUs para organizar produtos. Eles atendem estas três funções básicas:

  • Estoque: há a certeza de que uma quantidade aceitável está sempre disponível. (estoque máximo e mínimo)
  • Logística de armazenamento: torna mais fácil encontrar e empacotar o produto correto.
  • Especificação do item: indica diferentes variações de produtos, como tamanho e cor.

Os SKUs eram tradicionalmente usados para identificar itens compráveis ​​em lojas de varejo ou catálogos. Da mesma forma acontece no ecommerce. Assim, é possível ter um estoque único para diversos marketplaces, obtendo controle total.

Em suma, os SKUs podem conter características gerais incluindo:

  • Descrição do item
  • Informações de embalagem
  • Identificação de cores
  • Termos de garantia
  • Informação do fabricante

Os SKUs muitas vezes não são visíveis para os clientes, pois são principalmente úteis para comerciantes e fornecedores de produtos. O cliente nunca vai precisar do SKU para fins pessoais.

Vejamos um exemplo de SKU:

LEV-JN-38-AZ

Marca: Levi

Produto: Jeans

Tamanho: 38

Cor: azul

Simples, não acha?

Qual a importância do SKU

Os SKUs foram criados para facilitar a organização de um estoque. Você, vendedor, sabe bem que para se atrapalhar no meio de infinitos produtos é muito fácil. Sendo assim, os SKUs conseguem colocar tudo em ordem para você. Além disso, o SKU é importante porque atua facilitando a comunicação entre diversos comerciantes que trabalham com um grande volume de informações e produtos. Visto que esse código agiliza esses processos comunicacionais, se torna fácil e rápido de localizar o produto do que ter que descrever item por item até encontrar o que se procura.

Em especial no ecommerce, o SKU facilita muito a integração da loja virtual ou marketplace, pois evita problemas de gestão de estoque e pedidos, evitando que não haja problema na entrega de produtos até o comprador. Ou seja, tudo gira em torno da organização do seu estoque para que você gerencie suas vendas sem nenhum tipo de interferência.

SKU x Código de Barras

Ao iniciar esse artigo, você pode ter pensado: “SKU é o mesmo que código de barras?”. E a resposta é: não. A primeira e principal diferença é que o SKU, se bem feito, pode ser identificado por qualquer pessoa, usando a lógica, e não por um leitor, como o código de barras. Outra diferença que já pontuamos acima é que o SKU é exclusivo para a empresa ter controle e organização sobre seus produtos.

4 Dicas para você usar bem os códigos de SKU

Agora que você sabe o que é SKU e a importância para o seu ecommerce, vamos pontuar algumas dicas para você começar a gerar bons SKUs. Uma vez que você aprende como fazer, fica muito mais fácil de criar novos.

1.Cada produto com seu próprio SKU

Tenha sempre em mente que cada produto possui seu próprio SKU, pois ele que determina as variações de um produto para outro. Se você possui 2 produtos do mesmo modelo, mas as cores são diferentes, os SKUs devem ser diferentes.

Sempre opte por utilizar o SKU fornecido pela fabricante, pois todos os sellers dos marketplaces usam o mesmo código, que é o que mostrar pro marketplace que eles vendem o mesmo produto. Apenas criar skus para produtos de produção própria.

2. Mantenha apenas as informações relevantes

Alguns varejistas tentam colocar muito mais informação do que o necessário no código.

A chave para ter um bom código de SKU é apenas preencher as informações que serão úteis no dia a dia.

Informação como “ano de produção” (e não para qual ano o produto serve, por exemplo) não é relevante. O excesso de informação leva a confusão. Você pode adicionar isso na descrição, mas no código não é relevante.

O objetivo do SKU é ganhar o máximo de informação com códigos curtos. Adicionar informações mais do que o necessário foge da ideia de otimização. Portanto, fique atento ao verificar os SKUs dos seus produtos.

3. Use a lógica

Os códigos devem ser criados logicamente para serem decifrados facilmente. Por exemplo:

Vamos supor que você está procurando por um código de um item eletrônico. Logicamente, o produto pode começar com a letra “E”.

Se você está procurando por um SKU de um celular, você pode buscar pela letra “C”. Depois algo sobre a marca, como a primeira letra do nome. “S”, para Samsung, “A” para a Apple, e assim por diante. Também é possível pelo modelo do smartphone. Use a lógica para identificar facilmente seus produtos através dos SKUs.

4. Gestão de estoque

Usar um sistema de controle de estoque informatizado é uma ótima forma de manter a gestão em ordem. Existem sistemas que você pode atualizar a quantidade disponível, dar baixa manual, identificar quantidades, entre outras funcionalidades.

Esses sistemas completamente automatizados mantêm o controle de tudo. Com isso, oferecem relatórios à você, para que seja possível tomar decisões com base em fatos e tudo registrado no sistema.

Um sistema inteligente de controle de estoque previne rupturas, ou seja, você não venderá mais do que a quantidade disponível em estoque. Isso porque existem opções no mercado que pausam automaticamente seus anúncios, seja em Loja Virtual ou Marketplace, quando a quantidade de estoque chegar a zero. Além disso, uma plataforma de gestão para ecommerce e controle de anúncios pode ser um ótimo complemento para o seu controle de estoque. Assim, você consegue monitorar como seus anúncios estão performando além de incluir as SKUs e pausar os anúncios quando necessário de acordo com o estoque.
Conclusão

Estas foram as informações e dicas sobre SKU que analisamos serem mais relevantes para você saber.

Como você notou, SKUs são códigos de identificação de produtos e servem apenas para a sua operação interna, com entendimento rápido e lógico. Não é bom usar o mesmo SKU para produtos diferentes, isso causará uma enorme confusão no seu estoque e não queremos isso, certo? Portanto, se você encontrar SKUs para produtos diferentes, saiba que isto está errado.

O SKU é de extrema importância para o seu ecommerce ter um estoque organizado e prático. Portanto, um bom planejamento e execução impecável na produção dos códigos, além de boa gestão de alimentação dos dados, permitem otimizar a operação logística. Um dos pilares para o crescimento rentável do seu negócio é ter o controle absoluto de seu estoque e o SKU contribui nisso.

Avaliações
Total: 4 Média: 4.8